Tudo o que precisas de saber sobre iluminação de exterior

Artigo colocado em Jardins e Pátios | 0

Estéticas e funcionais, os candeeiros e luzes de exteriores iluminam as redondezas da habitação, balizam os passeios, realçam o jardim e tornam seguros os acessos. Fixas ou móveis funcionando em 230 V em muito baixa tensão ou com energia solar, design tradicional ou contemporâneo, devem integrar-se harmoniosamente na decoração. Hoje vamos explicar-te tudo o que precisas de saber sobre iluminação de exterior para que possas desfrutar ao máximo dos teus espaços exteriores nas estações mais quentes do ano.

Finalidades da iluminação de exterior

  • Balizar e iluminar – A iluminação exterior abre uma visão sobre o jardim afastando as zonas de sombra e permite realizar atividades à noite no terraço ou na relva: ler, grelhar no churrasco, comer, jogar às cartas ou praticar ténis de mesa. Também é útil para arrumar o que ficou espalhado no jardim ao cair da noite, procurar um objeto perdido, entrar o carro na garagem ou colocar a chave na fechadura.
  • Realçar o jardim e a casa – Criteriosamente distribuída no jardim, a iluminação encaixa na decoração e cria uma atmosfera noturna agradável, esculpindo os volumes. Colocada pontualmente, encena uma árvore, um maciço, um lago, uma pérgula, uma particularidade arquitetural da casa, uma estátua ou um agradável passeio pavimentado.
    Iluminação de exterior
    Iluminação de exterior
  • Iluminar os acessos para tornar a entrada e as zonas de atividade mais seguras – Uma luminária exterior facilita as deslocações e limita os riscos de queda assinalando uns degraus, um desnível ou a passagem de solos diferentes, da relva para o terraço, por exemplo. Baliza um passeio sinuoso, facilita a saída do caixote do lixo ou a entrada no portão. Possui também um efeito dissuasivo na presença de visitantes indelicados graças ao detetor de presença.

Tipos de iluminação de exterior

Dos mais clássicos aos mais contemporâneos, encastrados ou enterrados, e mesmo portáteis, com fio ou solares, integram-se em todos os estilos de decoração e realçam-nos. A escolha do modelo depende da função e do local da iluminação.



A iluminação nos muros cria um ambiente acolhedor
A iluminação nos muros cria um ambiente acolhedor
  • Fachadas - Apliques, focos e suspensões
  • Terraços e áreas de descanso - Candeeiro de pé com 1 ou 3 luzes (iluminação potente), colunas altas ou sobremuros.
  • Passeios - Sobremuros baixos, focos enterrados, fixos ou orientáveis. Alguns focos também são transitáveis.
  • Maciços e ornamentações – Projetores de halogéneo, fixos ou orientáveis, de espetar no solo ou a fixar numa parede
  • Lago ornamental – Focos imergidos, projetores com detetor de movimento (simples ou duplos): tranquilizam ao sair de casa e eficaz contra tentativas de intrusão, projetor com detetor crepuscular: liga automaticamente a iluminação ao anoitecer.

Lâmpadas de baixo consumo para exteriores

Os espaços exteriores podem receber todos os tipos de lâmpadas de baixo consumo quer sejam de casquilho standard ou casquilhos especiais:

Estas lâmpadas recuperam a energia solar e criam pontos de luz em jardins
Estas lâmpadas recuperam a energia solar e criam pontos de luz em jardins
  • Lâmpadas de halogéneo economizadoras: 30% de economia em relação a uma lâmpada incandescente clássica, 2 anos de duração de vida em média.
  • Fluocompactas: 80% de economia, 6 a 12 anos de duração de vida em média.
  • Leds: 90% de economia, 15 anos de duração de vida (no mínimo).

Deixa uma resposta


3 + = 7