Sofás excêntricos para salas com personalidade

Artigo colocado em Design e Decoração, Quartos e Salas | 1

Não é preciso renovar toda a decoração de uma divisão para lhe dar uma nova imagem. Basta mudar a cor de uma parede, os cortinados ou uma peça de mobiliário para fazer a diferença e transformar um quarto ou uma sala em divisões acolhedoras e esteticamente mais apelativas.

Como tal, hoje vamos provar-te que um sofá novo pode ser o suficiente para transformares uma sala de estar numa verdadeira galeria de arte. E não te preocupes, a divisão até pode ser pequenina, mas isso não implica que não possa ter um sofá moderno, confortável e, acima de tudo, um sofá que vá ao encontro dos teus gostos pessoais.

Os sofás que te vamos mostrar desafiam todas e quaisquer leis do design clássico e puramente formal. Destacam-se pela sua diferença e dificilmente partilham o platô com outro tipo de assentos. São peças únicas e perfeitas para quem quer dar à sua sala um toque mais excêntrico.

Sofá Welle by
Sofá «Welle», Verpan

Sofá «Welle» - Não é bem um sofá, mas sim um conjunto de assentos lounge composto por seis elementos independentes. A estrutura é em madeira, os estofos em espuma, o revestimento em lã e o design é de Verner Panton. Cada peça tem uma forma diferente e com elas podes criar uma harmoniosa composição para a tua sala. Uma curiosidade: este sofá foi originalmente concebido como uma peça de exposição em 1969.

Sofá «Bubble», Roche Bobois
Sofá «Bubble», Roche Bobois

Sofá «Bubble» - O nome não poderia ser mais adequado. Este modelo é da autoria de Sacha Laki, tem uma estrutura em madeira maciça e um revestimento em tecido. O ponto forte é que este sofá é completamente estofado com uma técnica 3D, o que lhe confere um design único e muito confortável. Existem mais cores e diferentes tamanhos.



Sofá «Mosspink», Brühl
Sofá «Mosspink», Brühl

Sofá «Mosspink» - A base deste sofá é em aço cromado e os estofos em espuma revestidos a tecido assentam sobre uma estrutura de madeira. O design é de Kati Meyer-Brühl e a inspiração veio da natureza e das suas formas orgânicas, que podem ser sobrepostas e combinadas em várias cores e materiais, sem esquecer o conforto que se é pretendido. Este sofá é ainda produzido com técnicas fabris amigas do ambiente.

Sofá «K2», A Lot of Brasil
Sofá «K2», A Lot of Brasil

Sofá «K2» - Alessandro Medini assina o design deste modelo multicolor, uma reedição do sofá «Kandissi» de 1979. As medidas, formas foram alteradas e os materiais pensados para a produção em série. A estrutura é de madeira da Amazónia lacada e o revestimento em tecido.

Sofá «Alix», Amaze
Sofá «Alix», Amaze

Sofá «Alix» - O designer deste sofá chama-se Tilt, um conhecido graffiter francês que idealizou um modelo funcional como se de uma obra de arte se tratasse. O destaque vai para o couro acolchoado e monocromático que assenta numa estrutura de madeira lacada. Visto de trás, o design do sofá relembra bem os graffitis urbanos do artista, mas observado pelo lado oposto transforma-se numa peça de mobiliário luxuosa e contemporânea.

  1. Quero tanto o Bubble!!
    (em amarelo)

Deixa uma resposta


7 − = 2