Salamandras para uma casa quentinha

Agora que faltam poucos dias para a chegada do inverno, está na hora de apostar em equipamentos de aquecimento para combater o frio e manter a casa bem quentinha. Aquecedores a gás, elétricos, termo-ventiladores são algumas das opções, que nesta época tendem a subir de preço (já para não falar nos custos associados às contas do gás e eletricidade). Lareiras também são opções viáveis, mas esburacar uma parede inteira para construir uma lareira também não nos parece a melhor solução. E que tal uma salamandra? A sua aplicação não exige grandes obras, há de vários tamanhos e formas e consomem apenas madeira, ou seja, a longo prazo torna-se numa opção bem mais económica, quando comparada com as contas da eletricidade e/ou gás.

Hoje vamos mostrar-te algumas salamandras com designs modernos e originais. Para além de cumprirem a sua principal função e manterem a casa com uma temperatura agradável, também são peças perfeitas para dar um toque especial à decoração de uma divisão.

Gaillere, Chaminées Philipe
“Gaillere”, Chaminées Philipe

Este modelo de salamandra foi concebido especialmente para os alojamentos de baixo consumo energético. Está diretamente ligada ao ar exterior para não perturbar a ventilação natural da casa e o seu poder de combustão pode ser reduzido e adaptado a cada tipo de habitação.

O que mais gostamos: a forma redonda da portinhola + base que permite armazenar alguns troncos

"C-Four", Charnwood
“C-Four”, Charnwood

Nunca nos esquecemos das pessoas que adoram uma decoração mais clássica, e esta salamandra é a prova disso. A sua forma é intemporal e a mais comum, mas encaixa sempre bem em qualquer cantinho. É uma salamandra compacta, equipada com uma saída de fumo integrada e um colector de ar externo para uma combustão eficaz.



O que mais gostamos: o seu formato compacto + o look retro + as 8 cores disponíveis

"Bathysca", Focus
“Bathysca”, Focus

Uma salamandra suspensa, com tinta anti-corrosão, projetada para resistir firmemente às variadas condições atmosféricas. Este modelo, sem nenhuma portinhola de vidro, foi pensado para aquecer espaços exteriores em plena temporada de inverno. E ainda podes usá-la para fazer um churrasco (com os devidos cuidados claro).

O que mais gostamos: o revestimento resistente às condições atmosféricas + os 360º disponíveis à sua volta, ideal para reunir a família e amigos numa soirée caseira

"Varnier", Richard Le Droff
“Vanier”, Richard Le Droff

Tal como a primeira salamandra que te mostramos, esta também foi pensada para casas com baixos consumos de energia. Também está diretamente ligada ao ar exterior e o seu poder de combustão pode ser adaptado. A madeira é colocada pela parte superior da salamandra que possui uma abertura de segurança. Para além disso, o seu revestimento a tijolo permite acumular por mais tempo o calor e dá-lhe um ar esteticamente interessante.

O que mais gostamos: os tijolos que “forram” a salamandra, existem mais 3 cores disponíveis + o formato redondinho + a dimensão, ideal para as casas mais pequeninas

Seja no quarto, na sala ou no jardim, já não há desculpa para não ter uma casa super quentinha. Agora que já tens umas ideias dos variados tipos de salamandras existentes, resta-te fazer uma pesquisa mais aprofundada pela web e descobrir a salamandra que melhor se adequa ao teu espaço e, acima de tudo, à tua carteira. Boas compras.

 

 

  1. Quero a C-Four!

Deixa uma resposta


3 + = 8