Os tapetes mais indicados para adornar a tua casa neste verão – Parte I

Artigo colocado em Design e Decoração | 0

Por norma, os tapetes associam-se ao inverno devido às suas propriedades de isolamento térmico e aos seus materiais convencionais em fibras quentes. No entanto, os tapetes de verão, compostos por materiais naturais e frescos, permitem-nos manter este destacado elemento decorativo nos nossos espaços interiores e exteriores.

Sabe tudo sobre os tapetes mais adequados para adornar a tua casa nas estações mais quentes
Sabe tudo sobre os tapetes mais adequados para adornar a tua casa nas estações mais quentes

Ora, porque a altura de renovar os têxteis e as decorações está aí a chegar, decidimos trazer para o artigo de hoje algumas dicas e conselhos sobre os melhores materiais e os tapetes mais indicados para adornar a tua casa nas estações mais quentes do ano. Para além disso vamos falar-te também dos tapetes de verão para interior e exterior e de que forma deves proceder no que diz respeito à sua manutenção e cuidados.

De uma maneira geral, os tapetes de verão são compostos por materiais mais leves que transpiram e proporcionam uma sensação de frescura. Os materiais habituais para este tipo de tapetes são o bambu, a juta, o cânhamo ou sisal e o algodão. As suas grandes vantagens: isolam do calor e do ruído. Cada material adapta-se a um estilo decorativo diferente.

Tapetes de interior e exterior

Os tapetes de verão caracterizam-se por serem mais leves e com materiais que proporcionam um extra de frescura à divisão. Podem ter uma tonalidade natural ou a cor da tintura que mais gosta. Um dos acabamentos ideais para os tapetes de verão é o flatwave (tecido plano). Os de materiais resistentes à humidade e aos raios do sol permitem aproveitar o poder decorativo dos tapetes para ambientar o seu espaço exterior como o terraço, o alpendre, o balcão…



Tapete de bambu
Tapete de bambu
  • O material mais recomendado para o uso exterior é o polipropileno. Trata-se de uma fibra sintética resistente ao desgaste e à compressão. Mantém a sua cor inalterável apesar da incidência dos raios ultravioleta. Seca com facilidade quando chove ou se molha (é antibolor) de maneira que pode ser colocado sobre a relva ou junto à piscina. Está indicado para lugares com trânsito moderado.
  • Os tapetes de bambu são suaves ao tato. Trata-se de um material duro, antibacteriano que não se contrai nem se expande ou dobra. Podem ser usados em corredores, salas ou no exterior.
  • Os tapetes de juta caracterizam-se pela sua grande suavidade. Recomendam-se para os quartos (divisões onde se anda descalço devido à seu toque suave) e em zonas com pouco trânsito, devido à sua resistência reduzida ao desgaste. Podem ser utilizados em espaços exteriores cobertos.
    Tapete de sisal
    Tapete de sisal
  • Os tapetes de sisal são flexíveis, mas vulneráveis à humidade pelo que aconselhamos o seu uso em interior. Podem ser colocados em zonas de uso intenso, fora da incidência dos raios do sol.

Por hoje ficamos por aqui, mas voltamos no próximo artigo com mais características dos tapetes de verão e ainda os cuidados que deves ter com os mesmos.

Deixa uma resposta


− 1 = 1