O sistema de regra mais adequado para o teu jardim

Artigo colocado em Jardins e Pátios | 0

Bem sabemos que o novo ano ainda agora começou e que ainda estamos em pleno inverno. Também sabemos que os dias frios e chuvosos têm sido o suficiente para manter todas as plantinhas do teu jardim bem hidratadas. No entanto, fica sabendo que esta é a melhor altura para começares a pensar de que forma vais organizar a tua agenda e arranjar um tempinho para regar o teu jardim nos dias mais quentes de verão.

Se estás a pensar comprar um sistema de regra para te facilitar a vida, então calha bem, porque esta é precisamente a melhor altura para comprar um sem precisares de gastar fortunas (no verão, o preço deste tipo de artigos tem tendência a subir). Bem, no artigo de hoje vamos explicar-te tudinho para que possas encontrar o sistema de regra mais adequado para o teu jardim.

Um sistema de regra automático permite poupar muita água
Um sistema de regra automático permite poupar muita água

De um maneira geral, os sistemas de rega permitem-nos poupar água e, com isso, poupar também na fatura do final do mês. Para isso recomenda-se planificar o tipo de rega que queremos para o nosso jardim, dependente da extensão e tipologia de plantas. Existem diversos tipos de sistemas de regra:

Sistema por aspersão – É um sistema que consiste numa precipitação em forma de gotas, permitindo que a água se estenda de forma uniforme e que se infiltre no local onde cai. Este sistema pode adapta-se facilmente ao terreno e pode ser controlado automaticamente.

Programadores para sistema de rega automática, Leroy Merlin
Programadores para sistema de rega automática, Leroy Merlin

Sistema por gotejamento -  A rega por gotejamento é um sistema de rega automática localizada composta por tubagens com gotejadores que expulsam a água gota a gota. Por outro lado, ao instalar a rega por gotejamento podemos escolher entre tubagens de gotejamento à superfície ou gotejamento subterrâneo. As tubagens desta última são enterradas a 15 cm de profundidade se as plantas que vão ser regadas forem pequenas; se pelo contrário forem arbustos ou árvores enterram-se a 30 cm de profundidade.



Funcionamento do sistema por gotejamento
Funcionamento do sistema por gotejamento

Este sistema por gotejamento divide-se em dois tipos de gotejadores:

  • Normais - Adequados para jardins pequenos e direitos, que não necessitam mais de 150 m de tubagem. Estes gotejadores expulsam mais quantidade de água quando a pressão é maior.
  • Autocompensados - Adequados para jardins grandes e áreas com desníveis. Estes gotejadores expulsam igual caudal de água entre pressões estabelecidas.

Sistema por Microaspersão - Este sistema é de curto alcance e é muito eficaz para rega de canteiros de flores, como por exemplo as roseiras, e espaços pequenos. Consiste numa rede de tubagens com microaspersores que projetam a água em forma de jatos pequenos. Ideal para as urbanizações.

Sistema de regra por microaspersão
Sistema de regra por microaspersão

Sistema por Microdifusão – É utilizado para regar viveiros, hortas, estufas e zonas pequenas ou estreitas do jardim. Consiste numa rede de tubagens com microdifusores de pequeno tamanho por onde sai a água à pressão, distribuindo-se em gotas muito finas, em forma nebulizada. A vantagem deste sistema é que funciona com pressões de água baixa.

Deixa uma resposta


8 + 9 =